10
Seg, Mai

Missa exequial de Dom Aloysio é celebrada na Catedral de Botucatu

Brasil e o mundo

exequias

Na manhã desta quinta-feira (21) foi celebrada, na Catedral de Botucatu, a missa exequial de Dom Aloysio José Leal Penna, Arcebispo Emérito de Botucatu, que morreu vítima de falência múltipla dos órgãos na manhã da terça-feira (19). A celebração foi presidida por Dom Maurício Grotto de Camargo e concelebrada por vários bispos da Província Eclesiástica de Botucatu, destancando o decano Dom Osvaldo Giuntinni, Bispo de Marília.

Padres de nossa Arquidiocese e de demais dioceses de nossa Província, além do superior geral no Brasil da Companhia de Jesus (Jesuítas), também estiveram presentes.

 

Os irmãos de Dom Aloysio, Marcos e Aparecida, e demais familiares estiveram presentes na missa de despedida desse grande pastor.

O pastor da Igreja Presbiteriana, Kleber, que com Dom Aloysio trabalharam para difundir o verdadeiro espírito do ecumenismo em nossa Arquidiocese, também esteve na missa.

No final da santa missa exequial o monsenhor Edmilson José Zanin proferiu as mensagens recebidas pelas autoridades eclesiásticas, em destaque a do Santo Padre, Bento XVI, que foi enviada através de seu secretário e também do Nuncio Apostólico para o Brasil, Dom Giovanni; do cardeal de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer e de Dom Antônio Maria Mucciolo, arcebispo emérito de Botucatu, que não pôde estar presente por motivos de saúde. Ele está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Também foi lida nota oficial da CNBB, que está no site www.cnbb.org.br.

Dom Maurício conduziu a exéquia e o corpo foi levado para o Rio de Janeiro, onde é sepultado na manhã desta sexta-feira.

Fonte: Pascom Arquidiocesana
Retirado do site http://paroquiabomjesusemarcelina.blogspot.com.br/ 

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa267