12
Qua, Mai

Papa: “Fratelli tutti” em russo pelo diálogo entre religiões, pois somos todos irmãos

Notícias Vaticano

O Pontífice enviou uma mensagem por ocasião da apresentação da “Fratelli Tutti” em língua russa na tarde desta quarta-feira (3), em Moscou. Foi uma alegre surpresa para o Papa saber da tradução, pois abre “uma discussão aberta e sincera” sobre os temas da encíclica para “promover o diálogo entre as religiões. Na verdade, a fraternidade vem do fato de reconhecer um único Pai. E, se todos somos filhos de um único Pai, então podemos nos chamar de irmãos e, acima de tudo, viver como tal.”

“Recebi como uma bela e alegre surpresa a notícia de que a Encíclica ‘Fratelli tutti’ tenha sido traduzida para o russo e seja apresentada em Moscou, no Centro Cultural ‘Pokrovskie vorota’”, disse o Papa ao iniciar a mensagem por ocasião do evento que acontece nesta quarta-feira (3). Trata-se da primeira tradução no idioma russo da terceira encíclica de Francisco sobre a fraternidade e a amizade social que, assim, será disponibilizada “a um grande número de homens e mulheres de boa vontade que desejam se confrontar com esse texto”, comentou o Pontífice.

A tradução foi realizada com o amparo da direção espiritual dos muçulmanos da Federação Russa em conjunto com um coletivo científico do Fórum Muçulmano Internacional (Muslim International Forum), uma iniciativa editorial que deixou o Papa “satisfeito e impressionado”. A obra, publicada pela Editora Medina, foi divulgada em primeira edição em 24 de dezembro de 2020, coincidindo com o início de uma das festas mais importantes para os cristãos, o Natal de Cristo.

O texto da ‘Fratelli tutti’ em russo lança uma série de obras intitulada “Diálogo Inter-religioso”, que procura promover o estudo científico e o aprofundamento do discurso inter-religioso contemporâneo. Um acesso facilitado não apenas aos leitores muçulmanos, disse o Papa na mensagem, quando afirmou:

“Penso que a reflexão e o diálogo sobre essa encíclica possam ajudar não apenas a Federação Russa, onde o diálogo entre cristãos e muçulmanos é chamado a crescer, mas a família humana como um todo. De fato, no mundo globalizado e interconectado em que vivemos, um gesto feito em um canto tem repercussões em todos as outras partes. Além disso, estou confiante de que uma discussão aberta e sincera sobre os temas da ‘Fratelli tutti’ possa promover o diálogo entre as religiões. Na verdade, a fraternidade vem do fato de reconhecer um único Pai. E, se todos somos filhos de um único Pai, então podemos nos chamar de irmãos e, acima de tudo, viver como tal.”

A apresentação da obra em Moscou
O evento de apresentação da tradução da ‘Fratelli tutti’ em russo reúne nesta quarta-feira (3) o presidente da direção espiritual dos muçulmanos da Federação Russa, o mufti Xeique Ravil Gainutdin; o núncio apostólico na Federação Russa, o arcebispo Giovanni D'Aniello; e o arcebispo da Arquidiocese da Mãe de Deus em Moscou, dom Paolo Pezzi. Além deles, expoentes de religiões e confissões universais e tradicionais, como a ortodoxia e o hebraísmo; representantes das autoridades civis, do mundo acadêmico e das organizações sociais. “Desejo a todos vocês”, finalizou o Papa na mensagem enviada para a ocasião, “um estudo frutífero desse texto e que possam trazer benefícios para a vida pessoal e social”.

Fonte: Papa: “Fratelli tutti” em russo pelo diálogo entre religiões, pois somos todos irmãos - Vatican News

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa267