11
Ter, Mai

Formatura dos alunos do curso de Teologia para leigos da região pastoral I

Mensagens do Bispo

Caros padres... Formadores... Diretor... Do Curso de Teologia da Região Pastoral I, de nossa Diocese de Marília. Agradeço pelo convite para presidir esta Celebração, após a qual será entregue o certificado dos três anos de preparação que vocês realizaram. Parabéns pela conquista deste certificado, que comprova a perseverança e o interesse de vocês pelo estudo da teologia. Parabéns aos seus familiares que certamente os apoiaram e incentivaram nesta caminhada de estudos e aprofundamento.

Gostaria, com breves palavras, de falar a vocês sobre a Exortação apostólica do Papa Francisco: "A alegria do Evangelho". Esta primeira Exortação do Papa Francisco equivale a uma carta de intenções, onde o pontífice expõe as razões e o modo como pretende governar a Igreja. Dispondo-se a conversar em família, num tom coloquial, simples, franco, direto, o Papa nos apresenta o seu projeto apostólico. Embora seja um texto longo, com 288 itens, lê-se com alegria e estímulo. A cada item, nos parece ver diante de nós a pessoa do Papa, com seu estilo, com suas palavras, com seu olhar atento e com seu sorriso que nos diz: "Coragem! Deus não se cansa de perdoar".

As primeiras palavras da Exortação são suficientes para questionar o nosso pessimismo de cristãos: "A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria" (AE, 1). Uma alegria verdadeira, viva, que nada pode substituir, nem mesmo o dinheiro e o poder. Só Cristo é fonte única da alegria verdadeira.

Todos nós, e principalmente quem está mais preparado, como vocês, que estão concluindo um Curso de Teologia, são convidados com força a ser evangelizadores da alegria. O Papa recorda que às vezes existem cristãos de Quaresma sem Páscoa. Isto não é possível! Os nossos olhos devem estar sempre fixos na ressurreição de Jesus. É necessário compreender que a vocação é serviço, mas é sobretudo experiência de Deus e oração.

O Papa Francisco pretende realizar uma reforma na esfera interior da Igreja, descentralizando o poder. Os pastores, responsáveis pela vida e pela missão evangelizadora, precisam sentir o cheiro das ovelhas, colocando-se no meio do povo, não distantes, trancados nas próprias certezas. Os leigos e leigas devem ser ouvidos com gosto, apreciados fraternalmente em seus desejos.

Finalmente, gostaria expressar o meu desejo de que esta formatura não seja apenas o final de um curso, mas o início de uma caminhada de evangelização. Gostaria de lembrar-Lhes o nosso Primeiro Plano Diocesano de Pastoral e a urgência de estudá-lo e vivenciá-lo em nossas Comunidades Paroquiais. Não esperem ser convidados para um trabalho pastoral, saibam como Maria em Caná, descobrir as necessidades das pessoas, sair em busca daqueles e daquelas que tanto precisam de nós.

No item 274 de sua Exortação, o Papa nos recorda que se conseguirmos fazer uma única pessoa ser feliz, nossa vida já está justificada diante de Deus. Parabéns e Felicidades!

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa267