16
Seg, Set
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Guia Pastoral Diocesano 2019
Clique aqui para baixar

 marilia nossa senhora da gloria

SANTUÁRIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

Pe. Antônio Padula, Administrador Paroquial e Reitor

Rua Bandeirantes, 20 | 17501-090 | Marília-SP | (14)3413-9111 |
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Horário de atendimento da secretaria:
Segunda 13h30 às 17h | Terça a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h |
Sábado das 8h às 12h

História 

Santuário Nossa Senhora da Glória,há mais de 40 anos envangelizando (1969 - 2011).

Marília formou-se pela união de dois patrimônios: o Alto Cafezal e Marília, propriamente dita, cada um com sua respectiva Igreja. O centro da cidade surgiu no encontro dos dois patrimônios e com isto ficou sem uma Igreja central.
Nas Santas Missões pregadas pelos Padres Redentoristas em 1955 foi levantado um barracão, na quadra onde se localiza hoje a Prefeitura Municipal, a fim de facilitar ao povo a participação.

D. Hugo, após as Santas Missões, adquiriu na esquina da quadra ao lado um terreno e assim surgiu no coração da cidade a Capela de Nossa Senhora da Glória. O título Nossa Senhora da Glória é uma homenagem ao Dogma da Assunção da Virgem Maria ao céu de corpo e alma, proclamado pelo Papa Pio X, no dia 01 de novembro de 1950. Sua festa é celebrada com a Semana de Nossa Senhora, em Agosto.

Vindo para Marília, os Padres do Opus Dei passaram a fazer uso da Capela para as Santas Missas, retiros e reflexões. Em gratidão a primeira cidade do Brasil que os acolheu, D. Hugo recebeu de Roma o lindo e suave painel de Nossa Senhora da Glória, pintura artística de 1958: “ASSUNÇÃO DE MARIA”.
Aos 12 de Outubro de 1969, festa de Nossa Senhora Aparecida, D. Hugo criou a Paróquia de Nossa Senhora da Glória e empossou o seu primeiro Vigário, Cônego João Baptista Tofolli.

A primeira Associação formada foi a do Apostolado da Oração com a ajuda e prestígio de D. Francisca Sornas e mais tarde de D. Amábile Gimenes Bassan. A primeira catequista da paróquia foi D. Lourdes...
Passam-se os anos... A urbanização queria um novo templo, maior e mais adequado ao local. Na semana de Nossa Senhora de 12 a 19 de agosto de 1984 os fiéis se despedem da pequena capela na esperança da nova Igreja.

Em 1985 surge o ideal concretizado na linda Igreja tornando-se o marco dos 2000 anos de MARIA, em Marília para o mundo. Nossa Senhora da Glória retorna à sua casa e para isso Mons. Tofolli prepara a comunidade com encontros em família na oração e na confraternização; na meditação e reflexão bíblica, para fazer de todo o Templo Vivo de Deus.

Grande cortejo motorizado acompanha o Carro Andor com o Quadro da Virgem da Glória, passando pelas principais artérias da cidade. Uma criança abriu a primeira porta e D. Daniel a segunda, lembrando ao mesmo tempo as disposições evangélicas de se tornar criança para entrar no Reino de Deus e a expressão visível, desse Reino, a Igreja organizada nos Apóstolos dos quais os bispos são sucessores.

E assim, no meio da cidade onde fervilha o movimento, essa Igreja é constante convite para o alto, para Deus, um recanto para o recolhimento.
Falece em 11 de junho de 1991 o Mons. Tofolli.
Deus nos agraciou nestes 40 anos com Párocos guiados por vossa Palavra e comprometidos com a Evangelização:
Pe. Benedito Hércules Daniel
Cônego José Carlos Dias Tófolli
Pe. Sidnei de Paula Santos
Pe. Maurício Pereira Sevilha
Mons. Nivaldo Resstel
Pe. Rui Rodrigues da Silva
Pe. Roger Hermínio Souza Rodrigues
E atualmente, Pe. Antônio Padula

topo icone