04
Sex, Dez

Marília terá novo Mosteiro da Divina Misericórdia em 2021

Região I

“Queremos ser um oásis da paz”, indica o monge Pe. Gabriel Maria.

O Mosteiro da Divina Misericórdia, de Lucélia, constrói sua segunda unidade na cidade de Marília.

O novo prédio teve a benção da pedra fundamental no dia 22 de fevereiro de 2019. De acordo com Pe. Gabriel Maria Mãe da Misericórdia, o dia é de grande importância, pois “coincide com a data em que o nosso Pai Celestial pediu para que Santa Faustina realizasse a pintura de Jesus Misericordioso que apresenta ao mundo o nosso Deus Misericordioso”, explicou. Segundo o monge, a unidade será “um símbolo da misericórdia de Deus” aos marilieses e a toda a Diocese.

A expectativa para a inauguração é para fevereiro de 2021 e tem como um intuito ser um ambiente onde os leigos possam encontrar a presença de Deus de uma forma mais silenciosa. Deste modo, foi escolhido o local que se encontra na Estrada Vicinal Danilo Gonzales, entre Marília e o distrito de Avencas, que possui “uma deslumbrante paisagem por conta dos terrenos montanhosos, tornando-se um local aconchegante para um retiro espiritual”, afirmou o religioso.

Mosteiro da Divina Misericordia2

Mosteiro da Divina Misericordia3

Mosteiro da Divina Misericordia

No Mosteiro haverá uma Igreja dedicada a Jesus Misericordioso conectada há uma hospedaria aberta para os fiéis que desejam realizar seus retiros pessoais. “Queremos ser para a cidade de Marília um oásis da paz; fomos chamados por Jesus Misericordioso não só para viver em função da vida contemplativa, garantindo a Igreja e aos cristãos a nossa contínua oração, mas também a preocupação no cuidado com as almas neste atendimento direto através da confissão e direcionamento espiritual”, realçou o padre em entrevista.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa265