13
Seg, Jul

Após reformas, Matriz de São Pedro de Tupã será dedicada em Missa no mês de fevereiro

Região I

No dia 8 de dezembro de 1958, Dom Hugo Bressane de Araujo, então primeiro bispo diocesano de Marília, abençoou os dois altares laterais da Igreja Matriz de São Pedro, de Tupã. Já se passaram 62 anos. Em 2005, o Pe. Antônio Padula iniciou as reformas da Igreja Matriz e agora, depois de muitos anos, as obras estão sendo concluídas sob a orientação e pastoreio do pároco, o Pe. Carlos Roberto dos Santos.

Assim, no próximo dia 22 de fevereiro, às 19h30, o bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, presidirá Solene Celebração Eucarística de dedicação da Igreja confiada à proteção do padroeiro de Tupã e da Diocese. “Nesta ocasião, faremos a consagração da igreja Matriz a Deus, sob a proteção e patrocínio de São Pedro Apóstolo”, explica o pároco.

“Com muita alegria, viemos convidar a população tupãense, e amigos de outras cidades, para participarem conosco deste momento especial”, ressaltou.

DEDICAÇÃO

Dedicar e consagrar a Igreja é reconhecer, confiantes, este desígnio e amor de Deus Pai, Filho e Espírito Santo para conosco. Pelo mistério da morte e ressurreição, Cristo tornou-se o verdadeiro e perfeito Templo da Nova Aliança e reuniu o povo adquirido pelo seu sangue derramado na Cruz. Esse povo, reunido em nome da Santíssima Trindade, é a Igreja, templo de Deus, construído de pedras vivas, onde Deus Pai é adorado em espírito e verdade. Desde muito cedo, os cristãos também começaram a chamar de Igreja os edifícios no qual reuniam a comunidade cristã, tornando-os sinais da Igreja peregrina na terra, à imagem da Igreja que habita nos céus. Deste modo, esse templo da Igreja Matriz que agora consagramos e dedicamos solenemente a Deus, é sinal da Igreja viva que se reúne aqui na Paróquia São Pedro Apóstolo de Tupã, para pedir bênçãos, louvar e agradecer o Senhor.

“Nesta solene celebração, queremos marcar a finalização dos trabalhos de restauração da Igreja Matriz, que ao longo de todo este período contou com a colaboração de diversas pessoas através das doações espontâneas e principalmente com as muitas campanhas realizadas. Muito obrigado a todos”, finalizou o Pe. Carlos.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa260