20
Seg, Ago

Dom Luiz cria Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística e dedica o novo templo

Região I

Centenas de fiéis acompanharam o rito de dedicação da nova igreja que passa a ser a 18ª Paróquia da cidade de Marília.

Rosa Mistica Credito Erica Montilha 02

Na noite de ontem, dia 13, os católicos de Marília ganharam sua 18ª comunidade paroquial: trata-se da Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística. Após três anos como Quase-Paróquia, durante celebração da missa que contou com a presença de centenas de fiéis, o bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, criou a Paróquia e, com o rito de dedicação do templo, inaugurou a igreja que começou a ser construída em 2015.

Rosa Mistica Credito Erica Montilha 06

“Tudo foi realizado porque Jesus é a pedra angular neste edifício”, enfatizou o bispo diocesano durante sua homilia. Ao retomar o tempo em que a comunidade pertencia à Paróquia Santa Isabel, Dom Luiz Antonio agradeceu aos padres, religiosos e leigos que auxiliaram com a evangelização, bem como a todos os que colaboraram na construção da igreja e concluiu afirmando que a criação e instalação da Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística “consolida o árduo e gratificante trabalho realizado pela comunidade e voluntários com a coordenação do Pe. Danilo”.

Rosa Mistica Credito Erica Montilha 04

COMUNIDADE

Em 1995, na Praça Hiroshima, o Pe. Rui Félix celebrou a primeira missa que deu início a então comunidade Nossa Senhora Rosa Mística, pertencente à Paróquia Santa Isabel. A princípio, sem estrutura para os momentos de oração, os fiéis participavam das missas na Sorveteria Esmeraldas e, depois, no Colégio Criativo.

No dia 31 de janeiro de 2015, o bispo diocesano criou a Quase-Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística e designou o Pe. Danilo Nobre dos Santos para assumir a comunidade e iniciar a obra do templo que, pronta, conta com 688 metros quadrados de construção.

De arquitetura moderna, a nova igreja de Marília traz em seus 220 metros de vitrais, confeccionados no estilo mosaico, elementos abstratos que retratam o céu, a terra, a vegetação e os rios, e também rosas, símbolo da imagem da padroeira, com feixes de luz em direção à terra, em sinal de bênçãos sobre o povo.

Por questões geográficas, a comunidade Santa Luzia, do distrito de Lácio, passa a pertencer à Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística.

 

 

Texto: Diácono Tiago Barbosa | Fotos: Érica Montilha

Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Ano Nacional do Laicato
Notícias do Ano do Laicato
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais