24
Sab, Ago
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Guia Pastoral Diocesano 2019
Clique aqui para baixar

Pastoral Carcerária da Diocese de Marília se fez presente no Seminário Educação nas Prisões

Carcerária

pastcarcNo dia 11 de dezembro, realizou-se na sede da Ação Educativa, na capital paulista, o Seminário Educação nas Prisões. Convocada pela Anfitriã, além da Pastoral Carcerária, Geledés – Instituto da Mulher Negra, Conectas – Direitos Humanos,

Instituto Práxis Direitos Humanos, Defensoria Pública do Estado de São Paulo e pelo Fórum Estadual de Educação de Jovens e Adultos, o evento também promoveu o lançamento da publicação da pesquisa realizada em penitenciárias da Capital e da região metropolitana sobre o Perfil de Escolaridade da População Prisional de São Paulo, conduzida pela Profª Drª Mariângela Graciano, com o apoio e colaboração da Pastoral Carcerária.

Foram compostas três mesas de debates e exposições, sendo que a mesa de abertura foi constituída pelo Juiz de Direito de Manaus, o Sr. Luiz Carlos Valois, doutorando em Direito Penal pela USP e pelo coordenador da PCr da Diocese de Marília, Wilson Roberto Batista, que debateram e expuseram sobre o atual contexto da política penitenciária no Brasil e no estado de São Paulo.

A implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação para Pessoas Privadas de Liberdade e a Situação do Plano Nacional de Educação no que diz respeito à Educação nas Prisões, foram os temas das demais mesas de debates.

Tanto o Juiz Valois como o coordenador Wilson Roberto, manifestaram publicamente a descrença na atual política penitenciária em vigência no país, bem como denunciaram o caos em que se encontra o sistema prisional em todo o território nacional, assim como, as prováveis conseqüências nocivas ao conjunto da sociedade a manutenção desse modelo de “justiça”.

A busca por Um Mundo sem Prisões, base da ação política e Pastoral da PCr, foi pontuada por Wilson e, discutida na interação dos expositores com o público presente.

O Coordenador estadual/SP Deyvid Livrini, participou do Seminário, bem como outros agentes da PCr, sendo que da Diocese de Marília, além do coordenador participou a agente Edilaine Batista, da Paróquia São Pedro de Garça.

Por fim, o lançamento da publicação da pesquisa, com repercussão na mídia, comprovou o baixo atendimento educacional ofertada aos encarcerados nas penitenciárias paulistas e o localizou o desafio colocado às Autoridades e à Sociedade acerca da problemática.