17
Qua, Jul

Muticom debate comprometimento do trabalho jornalístico

Pastoral da Comunicação

No terceiro e penúltimo dia do 9º Muticom, em Vitória, os jornalistas Elson Faxina e Caco Barcellos discutem, respectivamente, missão do jornalismo católico e espetacularização da notícia. Na ocasião, CNBB e Rede Século 21 lançam curso de educação a distância.

pascom muticom dia3No terceiro e penúltimo dia do 9º Muticom, em Vitória, os jornalistas Elson Faxina e Caco Barcellos discutem, respectivamente, missão do jornalismo católico e espetacularização da notícia. Na ocasião, CNBB e Rede Século 21 lançam curso de educação a distância.

Os trabalhos do terceiro dia do 9º Muticom (Mutirão de Comunicação), em Vitória (ES), foram iniciados logo pela manhã com a celebração da missa. O Evangelho de Jesus Cristo é a realidade que os membros da Pascom se esforçam para anunciar em seus trabalhos pastorais, neste sentido, ensinou dom Rubens Sevilha, em sua homilia aos comunicadores no mutirão nacional, “não adianta gastar com instrumentos, se não tiver na alma o conteúdo”.

Após a celebração eucarística, o jornalista Elson Faxina falou sobre uma análise do discurso da presença da Igreja Católica na mídia. “Precisamos ser missionários da comunicação, mobilizar as pessoas para serem discípulos”, disse o palestrante ao enfatizar a necessidade de os comunicadores utilizarem suas mídias de trabalho com solidariedade, testemunho e misericórdia.

Quanto a linguagem usada nos impressos eclesiais, Faxina ressaltou que os profissionais católicos precisam ajudar toda a estrutura eclesial a pensar a comunicação com seriedade e também a produzir matérias que despertem expectativa nos leitores e, com suas narrativas, evangelizem. “Somos nós que devemos ajudar nossa Igreja a refletir sobre a comunicação”, concluiu.

Na oportunidade, dom Darci Nicioli, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB e o padre Eduardo Dougherty, fundador e presidente da Rede Século 21, fizeram o lançamento do curso EAD (Educação à distância) ‘A comunicação na ação evangelizadora’ que terá certificação de extensão universitária pela Rede de Educação dos Padres e Irmãos Claretianos.

“Nós anunciamos um conteúdo fundamental que é a Boa Nova de Jesus Cristo e devemos fazê-lo com competência”, motivou dom Darci. A iniciativa que tem como referência o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil quer qualificar os agentes no ofício comunicacional no processo de evangelização.

Ainda pela manhã, o jornalista global Caco Barcellos disse aos comunicadores sobre a espetacularização da notícia. Para tal, esclareceu a diferença entre o jornalismo declaratório e o investigativo destacando que, com responsabilidade, a função do jornalista é informar com eficiência profissional. “Quando alguém não sabe de algo relevante é porque alguém, antes disso, não deu relevância a informação”, comentou Barcellos.

O idealizador e apresentador do programa televisivo ‘Profissão Repórter’ afirma que os comunicadores devem se aproximar das informações de forma imparcial, “o jornalista tem que ir para rua com o peito aberto, sem preconceito”.

A programação do 9º Muticom seguiu com sorteio e apresentação cultural e, no período da tarde, os participantes do encontro foram divididos em oito grupos de trabalhos com a finalidade de discutir a comunicação no âmbito eclesial.

Veja album com todas as fotos do 9º Muticom

Veja album no Flickr

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

edicao250