18
Ter, Jun

Testemunho como base da comunicação marca o segundo dia do evento

Pastoral da Comunicação

encontronacionalpascom capa2diaO segundo dia do 4º encontro Nacional da Pastoral da Comunicação e do 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores, realizado em Aparecida (SP) é marcado pela máxima de que o testemunho deve embasar todo o processo comunicacional nas mídias digitais.

As atividades do 4º encontro Nacional da Pastoral da Comunicação e do 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores, começaram na manhã de hoje, com a celebração da Santa Missa presidida por dom Eduardo Pinheiro da Silva, presidente da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB.

Por ocasião da festa do Apóstolo São Tiago, dom Eduardo motivou os comunicadores para que tenham a certeza de que foi o amor de Deus que os escolheu para a missão de anunciar o Evangelho de Jesus Cristo, e este encargo deve ser vivenciado e não explicado, já que "o serviço é a expressão concreta do amor".

Após a Celebração Eucarística, os mais de 900 participantes do evento contaram com a videoconferência Evangelização e espiritualidade na cultura digital, realizada direto de Roma, pelo presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, dom Claudio Maria Celli. "A Igreja se comunica somente por atração", afirmou dom Claudio para destacar que o testemunho e coerência de vida dos cristãos é ferramenta eficaz para que a comunicação aconteça.

A manhã de formação também contou com a experiência do jornalista professor doutor em comunicação Elson Faxina, do diretor da Rede de Informática da Igreja na América Latina (RIIAL), da professora doutora em comunicação Letícia Soberon e do jesuíta, doutor em comunicação e diretor da revista Civiltà Cattolica, padre Antonio Spadaro.

Num debate caloroso em torno dos desafios e possibilidades da comunicação na rede digital, Spadaro disse que "a rede não existe, o que existem são as pessoas", esta máxima foi ressaltada pelos demais conferencistas na reafirmação da dimensão testemunhal dos cristãos para a eficácia comunicacional.

No período da tarde, diversas oficinas com formações, experiências, debates e questionamentos ajudaram os comunicadores no aprofundamento das reflexões propostas pelo encontro. Os membros que representaram a Diocese de Marília no evento participaram dos seminários com os seguintes temas: "Teoria e prática da Pascom", "Teoria e prática na convergência midiática" e "Teoria e prática na assessoria de imprensa".

Uma homenagem ao Padre Zezinho compôs a noite cultural do encontro, na oportunidade a CNBB reconheceu também o trabalho dos fundadores das redes televisivas católicas que, com seus testemunhos de vida e com seus meios de comunicações, propagam o Evangelho com alegria e dinamismo. Depois dos reconhecimentos oferecidos pela Confêrencia Episcopal, em seu discurso, Padre Zezinho disse que o reino de Deus cresce quando o cristão ajuda o outro e servir é comunicar o amor de Deus.

O cardeal dom Orani Tempesta e os demais bispos, padres, diáconos e comunicadores se confraternizaram por meio de um show em comemoração ao lançamento do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil que foi transmitido ao vivo pelas principais TVs católicas.

 

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

edicao250