26
Seg, Ago
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Guia Pastoral Diocesano 2019
Clique aqui para baixar

Seminaristas da Filosofia realizam manhã de espiritualidade

Seminaristas

manha-espiritualidade5

No dia 15 de agosto, aconteceu uma manhã de espiritualidade com os seminaristas da Diocese de Marília no Seminário Provincial de Sagrado Coração de Jesus. A espiritualidade foi conduzida pelo Pe. Wilson Luís Ramos, da paróquia de Pompéia.

 

O momento teve início com uma breve reflexão sobre a vocação como um dom de Deus a ser valorizado para que possamos servir com maior alegria as obras de Deus. Tivemos como base a leitura do Evangelho de João 15, 16 onde Jesus afirma que não fomos nós que o escolhemos, mas sim Ele quem nos escolheu. Dessa forma, a reflexão ajudou-nos a compreender que quando fomos chamados o Senhor já conhecia nossas fraquezas e limitações, mas que todas as nossas misérias não foram obstáculos para que Ele nos escolhesse. Sua decisão de amor por nós implica que o chamado, sendo sublime e grandioso por si, não nos permite viver mais para nós mesmos e, sim, por aquele que nos chamou. E isso implica numa mudança de vida e de postura. Ele não olhou para nossa miséria, mas não nos permitirá permanecer nela depois da escolha realizada. O amor não nos permite permanecer na mesmice.

Logo depois de ouvirmos o testemunho do chamado do Pe Wilson, dirigimo-nos para capela, aonde o Santíssimo estava exposto para adoração da vigília Eucarística que ocorre todos os semestres na casa de formação. Todos os seminaristas, juntamente com o Pe Wilson, fizeram uma breve reflexão sobre Jesus que nos convida a buscar nele o descanso tão desejado por nossas almas (Mateus 11,28-30). Só que infelizmente buscamos refúgio nas coisas e pessoas e isso muitas vezes nos leva a frustrações, pois as pessoas falham. Jesus pediu que Nele busquemos descanso, isso supõe que a missão é árdua e muitas vezes vamos até pensar em desistir. Nele encontramos o refúgio necessário. Esse mês vocacional deve ajudar-nos a crescer e nos abrirmos àquilo que Deus quer a nosso respeito. Deus se agradou de cada  um e deseja que correspondamos com amor á sua vontade.

manha-espiritualidade5 manha-espiritualidade5 manha-espiritualidade5 manha-espiritualidade5