05
Dom, Dez

Dia de Santificação reúne clero de Marília em plataforma digital

Clero

Para cumprir os protocolos sanitário exigidos no momento, o bispo de Marília, com seus padres e diáconos, participaram nesta manhã de encontro on-line para celebrar a Jornada de Oração Sacerdotal. “A santidade é que nos torna felizes”, afirmou Dom Luiz Antonio Cipolini.

Os padres e diáconos da Diocese de Marília, juntamente com o bispo diocesano, Dom Luiz Antonio Cipolini, se encontraram on-line na manhã de hoje, dia 11, por ocasião do Dia de Santificação do Clero.

santificacaodoclero

A Jornada de Oração, como também é conhecida a iniciativa, é celebrada mundialmente pela Igreja desde 1995 a pedido do então Papa São João Paulo II, pautada na motivação do fundador da Congregação de Jesus Sacerdote, Pe. Mário Venturini, em 1946, na Itália. Trata-se de uma oportunidade de oração e reflexão, no dia do Sagrado Coração de Jesus, por parte dos padres e para os padres rumo à santidade exigida no estado de vida assumido na ordenação sacerdotal.

O encontro digital dos ministros ordenados da Diocese de Marília teve como assessor o Pe. José Antonio de Sousa, CJS, religioso cuja vocação é o cuidado, acompanhamento e oração do clero, inspirados pelo Pe. Mário Venturini.  

Com base no Ano de São José, convocado pelo Papa Francisco para 2021, a reflexão digital dos padres foi sobre a espiritualidade do pai adotivo de Jesus e da paternidade do clero. “São José nos ensina a ter um coração de pai, capaz de deixar Deus guiar nossas vidas e, assim, gerarmos vida de Cristo na condução do rebanho que nos foi confiado”, ressaltou.

“Fazer do ordinário da nossa existência o extraordinário, como fez São José”, disse o religioso ao motivar o clero a deixar-se descobrir o novo de Deus no cotidiano, Ele que conhece e vê o coração de todos, retomando o profeta Samuel, e concluiu: “o amor de Cristo é que nos dá a vida, e nós, padres, devemos por meio do amor do Coração de Jesus, viver deste e para este amor”.

EXPERIÊNCIAS

Após a explanação, os ministros ordenados fizeram um momento de partilha das alegrias e desafios de como exercem a paternidade, própria do sacerdócio, em tempos difíceis de pandemia da Covid-19.

“Suscitamos a fé em nosso povo e, diante da dificuldade da morte de nossos familiares e amigos, é bom e saboroso receber do povo de Deus o consolo, as orações e a proximidade” - Pe. Márcio Antônio de Sousa, CJS

“Suscitamos a fé em nosso povo e, diante da dificuldade da morte de nossos familiares e amigos, é bom e saboroso receber do povo de Deus o consolo, as orações e a proximidade”, disse Pe. Márcio Antônio de Sousa, CJS, do Santuário São Judas Tadeu, de Marília, que venceu a Covid-19 e teve um irmão morto pela infecção.

De Parapuã, o Pe. Marcos Roberto Marques Ortega falou o quanto a abertura constante ao transcendente auxilia o padre em sua missão de consolar os que necessitam. “A busca pelo sagrado, pela misericórdia e pela salvação é reconfortante para nós diante da pandemia para que possamos confortar os que vêm ao nosso encontro pedindo ajuda”, enfatizou.

“Estamos atravessando um período de muitas fragilidades, físicas, espirituais e sociais, que ocasiona um desânimo geral. Mas se encaramos e rezamos nossas limitações, entregando-as a Deus, Ele nos fortalece e nos acompanha na superação das perplexidade da vida para sermos melhores” - Dom Luiz Antonio Cipolini

O bispo diocesano agradeceu à Pastoral Presbiteral, que organizou o encontro digital, e aos padres que partilharam a vida, e ressaltou a importância do clero em reconhecer sua fraqueza e, ao mesmo tempo, a firmeza na fé. “Estamos atravessando um período de muitas fragilidades, físicas, espirituais e sociais, que ocasiona um desânimo geral. Mas se encaramos e rezamos nossas limitações, entregando-as a Deus, Ele nos fortalece e nos acompanha na superação das perplexidade da vida para sermos melhores”, encorajou.

Dom Luiz também fez um aceno à santificação do clero e de todos os fiéis dizendo de seu sonho para que a Diocese de Marília se torne cada vez mais santa, e concluiu: “a santidade é que nos torna felizes”.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa271