24
Seg, Jun

Retiro Anual do Clero é encerrado em Agudos

Clero

Foi encerrado, ao meio-dia desta sexta-feira, o Retiro Anual do Clero. Os sacerdotes estiveram reunidos no Seminário Santo Antônio, em Agudos, juntamente com o bispo diocesano, Dom Luiz Antonio Cipolini, e o bispo emérito, Dom Osvaldo Giuntini. Além dos sacerdotes diocesanos, o retiro também contou com a participação de padres de congregações religiosas.

retirodoclero02Foi encerrado, ao meio-dia desta sexta-feira, o Retiro Anual do Clero. Os sacerdotes estiveram reunidos no Seminário Santo Antônio, em Agudos, juntamente com o bispo diocesano, Dom Luiz Antonio Cipolini, e o bispo emérito, Dom Osvaldo Giuntini. Além dos sacerdotes diocesanos, o retiro também contou com a participação de padres de congregações religiosas.

O evento foi promovido pela Pastoral Presbiteral, que neste ano trouxe como pregador Dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário-geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). O tema abordado por ele foi “A vida e a missão do presbítero”.

Na avaliação de um dos participantes, o retiro deste ano foi uma experiência forte de encontro com Deus, que ama profundamente cada presbítero e convida cada um deles a uma missão específica para servir, nas comunidades, no meio do povo de Deus. “O pregador foi muito feliz em todas as suas colocações e certamente ajudou a todos os padres a refletirem e rezarem, nestes dias especiais de retiro. Depois de uma experiência como essa, os padres retornam às suas comunidades revigorados para melhor servir e dar a vida pela causa do Evangelho”, comentou o Pe. Danilo Nobre dos Santos, de Marília.

Além da riqueza nas reflexões, o clero da diocese de Marília teve a oportunidade, durante quase cinco dias de retiro, de conviver e usufruir de experiências vividas pelo pregador. Na quarta-feira à noite, os padres tiveram um momento de bate-papo com Dom Leonardo, que respondeu a diversas perguntas.

Fazendo uma análise de conjuntura, o secretário-geral da CNBB falou sobre as recentes manifestações populares, a redução da maioridade penal e sua experiência como bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT). Dom Leonardo também tratou de questões internas da Conferência e falou de sua relação de amizade com Dom Pedro Casaldáliga, Bispo Emérito da Prelazia e com o Santo Padre, o Papa Francisco.

Um assunto que rendeu muito debate foi o trabalho realizado pela Coalizão pela Reforma Política Democrática, iniciada por diversas entidades e encabeçada pela CNBB. O tema está atualmente está em votação no Congresso Nacional.

Dom Leonardo revelou que o Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Reforma Política e Eleições Limpas teve adesão de 900 mil pessoas. A coleta de assinaturas foi feita no ano passado e a diocese de Marília contribuiu com 11.800 assinaturas, enviadas à CNBB no último mês de setembro.

Além das reflexões e desse momento de bate-papo com o pregador, os sacerdotes também participaram de celebrações eucarísticas, Liturgia das Horas, Terço Mariano, Adorações Eucarísticas e Celebração Penitencial, com confissões.

Logo após o Retiro Anual do Clero, o secretário-geral da CNBB retornou a Brasília e os bispos e sacerdotes da diocese às suas cidades e paróquias.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

edicao250