21
Qua, Out

Dom Luiz celebra Missa do Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis, fala de vocação em meio à pandemia e dá exemplo de voluntariado

Notícias da Diocese

Com transmissões ao vivo na maioria das Paróquias da Diocese, a estimativa é que mesmo sem a presença física nas Igrejas, milhares de católicos viveram o início da Semana Santa de seus lares

Ontem, dia 5 de abril, a Igreja Católica em todo o mundo celebrou o Domingo de Ramos da Paixão do Senhor. As missas de Ramos, que normalmente atraem milhares de fiéis para as Igrejas de toda a Diocese de Marília, este ano, foram realizadas de portas fechadas e sem a presença dos fiéis. As celebrações presenciais foram substituídas por transmissões pela internet, via rádio e, em algumas paróquias, por emissoras locais de televisão. A medida restritiva de isolamento foi tomada pela Diocese para tentar conter a disseminação do novo Coronavírus.

O bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, presidiu a celebração do Domingo de Ramos na Catedral Basílica de São Bento no início da manhã. Com transmissão ao vivo pela Página do Facebook e canal do Youtube da Diocese, a missa da Catedral somou mais de 23 mil acessos e contou com o serviço de interprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A celebração que dá início a Semana Santa recorda a entrada de Jesus em Jerusalém e também lembra Sua entrega redentora em favor da humanidade. Por isso, na homilia, o bispo diocesano afirmou que, em vida, “Jesus foi até o fim das exigências do amor que inspira serviço, dando sua vida pela redenção da multidão de pecadores”.

Após, Dom Luiz evidenciou que todos os fiéis são chamados a praticar a gratuidade ensinada por Cristo, e indagou: como viver a nossa vocação de serviço neste tempo de pandemia? Como servir a Deus com fidelidade e generosidade? Para responder e motivar os fiéis que acompanharam a celebração de suas casas, o bispo diocesano falou do exemplo das costureiras de Marília que, pelas redes sociais, se uniram na confecção de aventais para os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à epidemia.

Os padres das demais 64 paróquias da Diocese também rezaram missas. Com a maioria das celebrações transmitidas de algum modo, a estimativa é que mesmo sem a presença física nas Igrejas, milhares de fiéis viveram o Domingo de Ramos em seus lares.

 

Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis capa 

Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis 1

Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis 2

Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis 3 1

Domingo de Ramos com Catedral sem fiéis 4

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa263