21
Qui, Nov
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Guia Pastoral Diocesano 2019
Clique aqui para baixar

Envio para o Mês Missionário marca a 43° Assembleia Diocesana

Notícias da Diocese

O encontro, que reuniu aproximadamente 850 agentes de pastoral, refletiu as Diretrizes para a ação evangelizadora da Igreja no Brasil e abriu o mês dedicado às missões na Diocese de Marília

Neste domingo, dia 22, cerca de 850 pessoas, entre agentes de pastoral, religiosos, diáconos e padres, das 65 paróquias da Diocese de Marília se reuniram em Osvaldo Cruz, na Igreja Matriz de São José, para a realização da 43° Assembleia Diocesana de Pastoral.

O encontro, que contou com a assessoria de Dom José Luiz Bretanha, bispo emérito de Registro (SP) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial do Regional Sul da CNBB, tratou as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE 2019-2023) e o Mês Missionário Extraordinário (MME), convocado pelo Papa Francisco para outubro de 2019.

"Para que todos sintam que são amados por Deus", ressaltou Dom Bertanha, como é conhecido, sobre a importância das paroquias se articularem em comunidades missionárias.

Na ocasião, ocorreu a apresentação dos 43 candidatos ao diaconato permanente da Escola Diaconal São Lourenço.

AssembleiaDiocesana02

A celebração eucarística, presidida pelo bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, foi marcada pela aberta do MME no território diocesano e pelo envio missionário das comunidades para que, à luz da 43° edição da Assembleia Diocesana, vivam o mês dedicado às missões.

"Pelo Batismo tornamo-nos participantes da missão da Igreja pelos dons do Espírito Santo", enfatizou o bispo diocesano encorajando os participantes na aplicação do MME, mesmo diante das contrariedades pastorais e, lembrando do testemunho dos santos e profetas, motivou: “as dificuldades são vistas como desafios ao invés de desanimá-los. Eles buscam soluções, e as encontram, porque o único objetivo deles é Reino de Deus, vivendo um amor desinteressado, generoso e criativo”.

As 65 paróquias receberam a bandeira do Mês Extraordinário e uma Carta Pastoral do bispo diocesano para ser lida à celebração missa de abertura do MME em cada comunidade paroquial.

AssembleiaDiocesana01

AÇÃO PASTORAL

O Centro Diocesano de Pastoral (CDP) e o Conselho Missionário Diocesano (COMIDI) dispobilizaram às paróquias um subsídio para a realização do MME.

"Todas comunidades paroquiais são convidadas a viver com intensidade este trabalho. A missionariedade, a partir deste mês de outubro, torna-se uma oportunidade de tomada de consciência para uma autêntica conversão pastoral", relatou o coordenador diocesano de pastoral, Pe. Marcos Roberto Cesário da Silva.

capa254