22
Seg, Abr

Batizados e Enviados: Missão em Coari

Notícias da Diocese

No dia 18 de Janeiro deste ano a Diocese de Marilia enviou o padre Claudinei de Almeida Lima em missão a diocese de Coari, no Amazonas. O envio missionário é fruto do acordo de Igrejas-Irmãs firmado pelos dois bispos diocesanos. Padre Claudinei atua na Paróquia São Sebastião, em Caapiranga. O município fica a 231 km de distância da sede diocesana, Coari, e 134 km de Manaus, a capital do Estado do Amazonas.

Texto: Gustavo Uriel | PASCOM | Diocese de Marília

No mês de Fevereiro o padre Sidnei de Paula Santos, pároco da paróquia São Luiz Gonzaga, de Iacri, esteve na Diocese para assessorar uma formação bíblica.

missaocoari 02

O padre Claudinei, em contato com a equipe da Rede de Comunicação no Meio de Nós, informou a alegria em servir a diocese irmã, disse que desde quando chegou a diocese tanto na visita missionaria realizada nos meses de janeiro e fevereiro de 2018, por um grupo de dez missionários da diocese de Marília, entre padres, seminarista e leigos, e também ao chegar no dia 19 de janeiro deste ano, está sendo bem acolhido por todos da diocese.

missaocoari 04

missaocoari 03

O padre ainda destacou que em sua paróquia há 23 comunidades ribeirinhas (rurais), onde dessas 15 já foram realizadas com o padre Antonio Viana, pároco de Caapiranga e que estas comunidades recebem a visita do padre apenas duas vezes ao ano e nelas as pessoas recebem os sacramentos, após uma preparação realizado por catequistas ou muitas vezes realizada pelos próprios familiares, nos informou ainda que a experiência missionária tem sido um sinal de redescoberta da sua vocação presbiteral, pois assim como nos pede o papa Francisco, “uma Igreja em saída” ele tem ido ao encontro do povo, algo importante apresentado pelo padre Claudinei foi o movimento Terço dos Homens que está sendo muito bem correspondido pela comunidade.

IGREJAS-IRMÃS
O envio missionário do Pe. Claudinei acontece por ocasião do acordo de Igrejas-Irmãs firmado entre Dom Luiz Antonio Cipolini, bispo diocesano de Marília, e o bispo de Coari, Dom Marcos Piatek, após a motivação do Secretário-Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Steiner, quando pregou o retiro do clero de Marília, em 2016, e sugeriu “que tivéssemos uma Igreja-Irmã na Amazônia”, lembrou Dom Luiz Antonio.

A Igreja-Irmã da Diocese de Marília tem a extensão territorial de 117.235 m2 e, atualmente, conta com 10 paróquias, 15 padres diocesanos e 5 padres religiosos.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa248