24
Seg, Jun

Nota sobre a eleição do Conselho Tutelar

Notícias da Diocese

É um erro pensar que o cristão expressa o seu ser Igreja apenas na comunidade eclesial. Se assim acontece, ela acaba caindo no fechamento comunitário, o comunitarismo. Deve haver uma coerência entre ser Igreja e ser cidadão, e uma firme busca por traduzir no âmbito da sociedade política e civil, o ser cristão (Estudos 107 – CNBB)

No próximo dia 04 de outubro, em todo o país, acontecerá a eleição para o Conselho Tutelar, órgão encarregado de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, garantidos por lei.

Como acontece em toda eleição, a população é chamada a escolher quem melhor pode desempenhar essa função a serviço de toda a sociedade. Merecem o nosso voto aqueles candidatos que, em nossa avaliação, estão interessados no bem comum e não apenas em seu interesse pessoal.

O eleitor deve comparecer no local da votação, das 8h às 17h, com seu título de eleitor e um documento com foto. Como a votação é facultativa, o não comparecimento de pessoas conscientes no dia da eleição, pode levar candidatos não muito bem-intencionados a se eleger. Por isso, antes da eleição, seria bom conversar com nossos amigos, vizinhos, irmãos de caminhada na Igreja, companheiros de pastoral ou movimento, para levantar nomes de pessoas competentes para a função de Conselheiro Tutelar. Em nossas paróquias, podemos trocar ideias nos CPPs e nas reuniões das pastorais.

Como cristão consciente, exerça sua cidadania no dia 04 de outubro e escolha os conselheiros tutelares de seu município. Faça um pequeno esforço em favor de toda a população, em especial das crianças e adolescentes.

Dom Luiz Antonio Cipolini
Bispo Diocesano de Marília

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

edicao250