23
Qua, Set

Bispos do Estado de São Paulo se reunem para a 78ª Assembleia

Brasil e o mundo

Iniciou na tarde desta terça-feira, 09 de junho, no Hotel Rainha do Brasil, a Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, com o tema as Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil para 2015-2019, aprovadas pela Assembleia Geral da CNBB, e suas implicações para o Regional.

assembleiadosul1Missa no Santuário Nacional abre segundo dia de atividades da 78ª Assembleia dos Bispos do Regional SUL 1 (foto: Michell Lima)

Iniciou na tarde desta terça-feira, 09 de junho, no Hotel Rainha do Brasil, a Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, com o tema as Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil para 2015-2019, aprovadas pela Assembleia Geral da CNBB, e suas implicações para o Regional.

A Celebração de Abertura, com oração da Hora Média e Invocação ao Espírito Santo, na Capela Nossa Senhora da Esperança foi presidida pelo Cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo e presidente do Regional.

A primeira sessão conjunta foi realizada no Auditório Santo Afonso, com a acolhida aos membros da Assembleia pelo presidente do Regional e palavra de acolhida pelo Cardeal arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis. O secretário dom Tarcisio Scaramussa apresentou a pauta da assembleia e alterações no Episcopado.

Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, assessor da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fez a apresentação do tema, detalhando os itens mais importantes do documento da CNBB, citando os documentos pontifícios que corroboram o tema do documento. “Cristianismo não é uma ideia, um projeto, mas um encontro pessoal com Jesus”, disse Monsenhor Catelan, citando Bento XVI e Francisco. “Há 3 níveis de testemunho: vida, obra (caridade) e Palavra. Missão é tudo isso, é mostrar o rosto de Cristo através de pequenos grupos, onde se partilha, se testemunha, olhando nos olhos das pessoas. Precisamos ajudar as pessoas a ter consciência missionária”, disse o assessor.

Ao falar das linhas que se destacam nas novas Diretrizes, Monsenhor Antonio destacou a formação, a espiritualidade e a organização. “Formação não significa curso, mas integra a vivência comunitária, a participação em celebrações e interação com os meios de comunicação, falou. Completou dizendo que “para viver Igreja: comunidade de Comunidades, é imprescindível o empenho por uma efetiva participação de todos”. E enumerou: 1- diversidade ministerial; 2- união de ordenados, consagrados e leigos; 3- carisma da vida consagrada; 4- formação e atuação dos leigos agentes de pastoral; 5- articulação das ações evangelizadoras. Após a apresentação do assessor, aconteceram diversas manifestações na assembleia, em interação com o apresentador do tema.

As atividades do primeiro dia da Assembleia dos Bispos foram encerradas com missa na Capela Nossa Senhora da Esperança, presidida por Dom Raymundo Cardeal Damasceno Assis.

Nesta quarta-feira, como primeira atividade da Assembleia, participação na missa na Basílica Nacional de Nossa Senhora Aparecida, presidida por dom Demetrio Valentini, bispo de Jales, homenageando os bispos jubilares.

A diocese está representada pelos nossos bispos, Dom Luiz Antonio Cipolini, bispo diocesano e Dom Osvaldo Giuntini, bispo emérito e pelo Coordenador Diocesano de Pastoral, Pe. Ademilson Luiz Ferreira.

A assembleia se encerra nesta quinta-feira, 11.

 assembleiadosul1 diocesedemariliaPe. Ademilson, Dom Osvaldo e Dom Luiz Antonio, participanto da missa da manhã do 2º dia da assembleia.

 Fonte: http://www.cnbbsul1.org.br/aparecida-esta-sediando-a-assembleia-dos-bispos-do-regional-sul-1/

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa263