19
Dom, Set

A Secretaria Geral do Sínodo divulgou, na última semana, o documento preparatório e o Vade-mécum da Assembleia sinodal de 2023, cujo tema é “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. Para auxiliar no processo de consulta em vista do sínodo, que terá uma caminhada especial no âmbito das igrejas particulares, esses dois documentos foram concebidos para serem utilizados de forma complementar e conjunta.

Francisco disse na sua alocução no dia da Solenidade da Assunção que "Maria, em sua pequenez, conquista os céus primeiro. O segredo de seu sucesso está precisamente em se reconhecer pequena e necessitada". Com Deus, somente aqueles que se reconhecem como nada são capazes de receber tudo.

Um trabalho que exige paciência e ternura, disse Francisco, sobretudo com os desafios impostos pela pandemia. Numa mensagem em vídeo que abriu os trabalhos do Fórum “Em que ponto estamos com a Amoris laetitia?” para cerca de 350 pessoas do mundo inteiro, o Papa falou da corresponsabilidade de Igrejas e cônjuges para disseminar o amor de Deus nos lares, cooperando “de forma fecunda no cuidado e na proteção das ‘Igrejas domésticas’” que irão “construir as famílias do amanhã”.

”Tudo no ser humano é “binário”: o nosso corpo é simétrico, temos dois braços, dois olhos, duas mãos. Assim, também o trabalho e a oração são complementares. A oração, que é o “respiro” de tudo, continua sendo o pano de fundo vital do trabalho, até nos momentos em que não é explícita”, disse o Papa em sua catequese.

Foi publicado nesta terça-feira (11) o Motu proprio "Antiquum ministerium" com o qual Francisco institui o ministério de catequista: uma necessidade urgente para a evangelização no mundo contemporâneo, a ser realizada sob forma secular, sem cair na clericalização

O Santuário Nacional de Aparecida vai representar o Brasil na “maratona” de oração convocada pelo Papa Francisco pelo fim de pandemia durante o mês de maio. Esta jornada de oração envolverá 30 santuários marianos do mundo. No dia 06 de maio, a partir das 11h, a oração do terço será rezada nesta intenção na Basílica de Aparecida (SP). A iniciativa está sendo realizada à luz da expressão bíblica: “De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus” (At 12,5).

A Encíclica que São João Paulo II escreveu para analisar com novos olhos as problemáticas das economias socialista e de mercado, colocando o homem no centro de todos os processos, completou 30 anos no último sábado, 1° de maio. Em entrevista ao Vatican News, a presidente da Fundação Centesimus Annus Pro Pontifice, Anna Maria Tarantola, afirmou que o documento é “profético, útil ainda hoje nestes tempos de mudanças vertiginosas".

Um subsídio pastoral produzido pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização em 5 idiomas diferentes, entre eles, o português, já está disponível do site do dicastério para preparar as paróquias e as comunidades cristãs para as 24 horas para o Senhor. O material é dirigido a fiéis que podem se aproximar do Sacramento da Reconciliação ou a quem, devido às restrições da pandemia, vai viver a iniciativa em casa, com a oração pessoal, a partir do final da tarde desta sexta-feira (12).

Na sua mensagem ao povo iraquiano antes da sua Viagem Apostólica o Santo Padre se apresenta como peregrino de paz e de esperança. E recordando o pai Abraão, afirma “confiando em Deus, deu vida a uma descendência tão numerosa quanto as estrelas do céu”. E faz um convite a todos os irmãos e irmãs: “caminhem com esperança e nunca deixem de olhar para as estrelas. Ali está a nossa promessa”

"E vou até vocês como peregrino de paz, para repetir: "Sois todos irmãos" (Mt 23,8). Sim, vou como peregrino da paz em busca de fraternidade, animado pelo desejo de rezar juntos e caminhar juntos, também com irmãos e irmãs de outras tradições religiosas, unidos pelo pai Abraão, que reúne em uma só família muçulmanos, judeus e cristãos”, disse o Papa Francisco aos iraquianos um dia antes de sua viagem.

O Pontífice enviou uma mensagem por ocasião da apresentação da “Fratelli Tutti” em língua russa na tarde desta quarta-feira (3), em Moscou. Foi uma alegre surpresa para o Papa saber da tradução, pois abre “uma discussão aberta e sincera” sobre os temas da encíclica para “promover o diálogo entre as religiões. Na verdade, a fraternidade vem do fato de reconhecer um único Pai. E, se todos somos filhos de um único Pai, então podemos nos chamar de irmãos e, acima de tudo, viver como tal.”

“Permanecei no meu amor e produzireis muitos frutos” (cf. João 15, 5-9) é o tema da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos deste ano. De 18 a 25 de janeiro, as Igrejas e as confissões cristãs são chamadas a refletir, invocando mais intensamente o espírito de comunhão. Os subsídios deste ano foram preparados pelas monjas de Grandchamp, na Suíça, que participarão através do seu site e da página Facebook

Cuidar do outro é praticar a fé, “pois ninguém está imune do mal da hipocrisia”, diz o Papa Francisco na mensagem para o Dia Mundial do Enfermo 2021. O Pontífice repete a crítica feita por Jesus a quem diz, mas não faz e acaba reduzindo a fé a “exercícios verbais estéreis, sem se envolver na história e nas necessidades do outro”.

Pagina 1 de 3
EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa268