22
Ter, Jan

Seminarista da Arquidiocese representa Província em encontro na CNBB

Sul 1 e Sub-Região de Botucatu

foto-seminarista-redmO 9 º Encontro Nacional sobre Arquitetura e Arte Sacra promovido pela CNBB, em Porto Alegre de 25 a 29 de setembro, reuniu 160 pessoas, dentre elas o seminarista Jorge Armando Pereira que representou nossa Província Eclesiástica de Botucatu. Veja o relato do seminarista:

Muito mais do que simples adereços, pedras, cores e formas, a arquitetura e a arte sacra  elaboradas sob uma profunda espiritualidade e mística podem nos ajudar a encontrarmo-nos diante do caos vivido no dia-a-dia. O homem desde os primórdios dos tempos anseia por um lugar que lhe proporcione a paz que tanto almeja por isso este espaço de oração carece cada vez mais de acolher-nos como “seio maternal”, onde acolhidos seremos acalentados por Aquele que nos criou e nos ama. Assim, o edifício físico não deve apenas ser um templo de pedras frias e sólidas, mas sim, um espaço onde o tempo se torna suspenso, por meio da experiência que ele nos proporciona. A igreja não deve apenas conter atributos humanos, mas sim orientar-nos para a Jerusalém Celeste. O espaço deve nos remeter à hospitalidade, onde rezar em comunidade seja um ato agradável a Deus e nós mesmos.

 Sentir-se abraçado pelo espaço faz toda a diferença, todos os tributos físicos devem nos proporcionar um estado de transcendência, onde todos os problemas possam ser colocados de lado e nossos anseios sejam apresentados ao Pai. Portanto, o espaço sagrado possui o poder de organizar a vida, muitas vezes desconexa pela falta de uma experiência profunda com o Senhor. Assim, aspectos tidos como meras futilidades tomam o seu devido valor enquanto ferramentas promotoras da formação humana e espiritual.

Com estas breves palavras, descrevo a experiência deste encontro que reuniu cerca de 160 pessoas na PUC do Rio Grande do Sul no período de 25 a 29 de setembro desta ano para discutirem sobre o papel relevante da Arquitetura e Arte Sacra desenvolvidas em nossos templos de oração. Dentre os participantes encontraram-se presentes: arquitetos, artistas, engenheiros, padres, seminaristas e leigos que discutiram com afinco sobre os problemas e dificuldades vivenciadas nos mais diferentes estados de nosso país, relacionados à implantação de novos projetos e principalmente na preservação dos bens históricos culturais. 

Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais