08
Qua, Abr

Discípulos Missionários da Palavra

Mensagens do Bispo

Texto de Dom Luiz Antonio Cipolini publicado no jornal diocesano "No Meio de Nós" de setembro de 2019

O Papa Bento XVI esteve no Brasil em 2007, para inaugurar a V Conferência Episcopal Latino-Americana e do Caribe, em Aparecida. Nesse encontro, bispos, padres, religiosos, religiosas, leigos e leigas debateram sobre a missão da Igreja hoje em nosso Continente. O tema da Conferência foi: “Discípulos missionários de Jesus Cristo, para que n’Ele nossos povos tenham vida”. Insistiu-se que é importante seguir Jesus, amá-lo e conhecê-lo para testemunhar e anunciar aos outros esta bela mensagem: que todos tenham vida.

Jesus é o centro da história da salvação, o único Libertador e Salvador, que revelou o amor do Pai e, por sua morte e ressurreição, rompeu as cadeias do pecado. “Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria” (DAp 29).

O anúncio de Jesus Cristo, portanto, deve ser alegre, vivo, breve e atual. É o querigma: um anúncio tão intenso que a pessoa se interesse por Jesus e procure conhecê-lo mais. Isso se faz pelo testemunho e não por conceitos e ideias. O cristão deve dar testemunho de que tudo que Jesus fez em sua vida pode fazer também para cada pessoa. Para ser discípulo de Jesus Cristo é preciso viver como ele viveu, amar como ele amou. É preciso comprometer-se com a Boa-Nova que ele trouxe, agindo conforme a vontade do Pai e na verdade da sua Palavra, ou seja, da Sagrada Escritura.

São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja, nos ensina que ignorar as Escrituras é ignorar a Cristo, por isso, é missão do discípulo acolher e venerar a Sagrada Escritura, porque ela é Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. O centro da Bíblia é o Evangelho, que revela o Deus que ama e salva a humanidade. No contato com a Sagrada Escritura, o discípulo busca ver o que Deus revela ao ser humano de hoje. Como fez outrora, também hoje Deus quer consolar, anunciar, denunciar, animar e desenvolver a vida: ele quer salvar. Será preciso ler a nossa vida iluminada pela Bíblia.

Onde existe um efetivo encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo, especialmente na Palavra, acontece o despertar de inúmeros discípulos missionários (Cf. DAp 11). A fé não é um saber teórico, mas o ato de uma pessoa que decide confiar em outra pessoa, que é Jesus Cristo. Confiar em tudo e apesar de tudo, a ponto de pôr em jogo, neste compromisso, o sentido de sua própria existência. O Senhor nos diz: “Não tenham medo” (Mt 28,5). A alegria do discípulo missionário é remédio frente a um mundo atemorizado pelo futuro e oprimido pela violência e pelo ódio.

Queridos irmãos e irmãs, não deixemos passar um dia sequer sem buscar na Sagrada Escritura, o sustento necessário para nossa vida de discípulos missionários!

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

257 0120 01 1