19
Seg, Abr

Sagrada Família: Jesus, Maria e José!

Mensagens do Bispo

FAMÍLIA: DOM, ESPERANÇA E CAMINHO DE SANTIDADE! (28/12/2014)

Amados Irmãos e Irmãs

A Igreja preocupa-se de modo especial com a família. Ela é o espaço privilegiado onde se desenvolve o maravilhoso dom da vida de cada ser humano. O Documento de Aparecida lembra que "a família é sujeito e objeto de evangelização, centro evangelizador de comunhão e participação".

Para isso, "deve encontrar caminhos de renovação interna e de comunhão com a Igreja e o mundo" (DAp 568s). Cremos que "a família é imagem de Deus que em seu mistério mais íntimo não é uma solidão, mas uma família" (DP 242). Na comunhão de amor das três Pessoas divinas, nossas famílias têm sua origem, seu modelo perfeito, sua motivação mais bela e seu último destino (DAp 434).

As crianças. "De importância para toda a sua vida é o exemplo de oração de seus pais e avós, que têm a missão de ensinar a seus filhos e netos as primeiras orações" (DAp 441,a). "O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de deus estava com ele" (Lc 2,40). Os adolescentes e jovens. Os adolescentes estão na idade da procura de sua própria identidade, de independência frente aos pais, de descoberta do grupo. Nessa idade, podem ser vítimas de falsos líderes constituindo grupos. Os jovens não temem o sacrifício nem a entrega da própria vida, mas sim uma vida sem sentido. As crises, pelas quais passa a família hoje em dia, produzem nos jovens e adolescentes profundas carências afetivas e conflitos emocionais. Preocupa também o uso indiscriminado e abusivo que muitos jovens fazem da comunicação virtual. Por outro lado, em sua procura pelo sentido da vida, são capazes e sensíveis para descobrir o chamado particular que o Senhor Jesus lhes faz.

O bem-estar dos idosos. O Evangelho de hoje coloca-nos diante do encontro das gerações: as crianças e os anciãos. A criança, o Menino Jesus, que surge para a vida, assumindo e cumprindo a Lei, e os anciãos: Simeão e Ana, que festejam com a alegria do Espírito Santo. Crianças e anciãos constroem o futuro dos povos. As crianças porque levarão adiante a história, os anciãos porque transmitem a experiência e a sabedoria de suas vidas. O respeito e a gratidão aos anciãos deve ser testemunhado em primeiro lugar por sua própria família. No entanto, muitas vezes, são esquecidos ou descuidados pela sociedade e até mesmo por seus próprios familiares. Muitos de nossos idosos gastaram a vida pelo bem de sua família e da comunidade. A Igreja sente-se comprometida a procurar a atenção humana integral a todas as pessoas idosas, também ajudando-as a viver o seguimento de Cristo em sua atual condição.

Homem e mulher, pai e mãe de família. É necessário superar a mentalidade machista que ignora a novidade do cristianismo, onde se reconhece e se proclama a igual dignidade e responsabilidade da mulher em relação ao homem. A relação entre a mulher e o homem é de reciprocidade e colaboração mútua. Trata-se de harmonizar, complementar e trabalhar somando esforços. Os homens devem evitar a tentação de ceder à violência, infidelidade, abuso de poder, dependência de drogas, alcoolismo, corrupção e abandono de seu papel de pais. Estimular especial atenção pastoral pai o pai de família.

Sagrada Família Jesus Maria José: salvai as nossas famílias!

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL CHRISTUS VIVIT
clique para baixar
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade”
Exortação Apostólica “Gaudete et Exsultate: chamado à santidade” é lançada pelo papa
Área de arquivos
Materiais disponibilizados pela Diocese e pelas pastorais

capa266